Prefeitura de Varginha

  • Aumentar tamanho da fonte
  • Tamanho da fonte padrão
  • Diminuir tamanho da fonte

Espetáculo gratuito acontece nesta quarta-feira na Praça da Fonte com patrocínio da Petrobras

E-mail Imprimir PDF

brasao pmv

 

 “A Pereira da Tia Miséria”, premiado espetáculo da Cia. Teatral Núcleo Ás de Paus, de Londrina/PR, será apresentado nesta quarta-feira (29/05), às 18h, na Praça da Fonte. A apresentação é gratuita e vai ter tradução simultânea em libras, além de visita tátil para a acessibilidade de públicos com deficiências auditiva e visual.

 

A companhia leva para o espaço público a dramaturgia de Luan Valero baseada em um conto popular espanhol, que narra a história da “Miséria”, uma velha que se perdeu de seu filho “Fome” e vive à espera de seu reencontro.

 

Figuras alegóricas como a Miséria e a Morte são personificadas em cena e, junto às outras, dão vida a este universo fantástico e, paradoxalmente, realista. Além de apresentar elementos populares como a perna de pau e o texto em rima, o espetáculo é realizado na rua, lugar que já proporcionou ao grupo grandes aprendizados por ser repleto de espontaneidade e sutilezas.

 

A apresentação faz parte do projeto “Circulação Teatral pelo Interior de Minas Gerais”, que foi contemplado pelo edital de circulação da Petrobras Distribuidora, que visa difundir as artes cênicas pelo país e foi viabilizada por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura (antiga Lei Rouanet) e do Governo Federal.

 

A realização é do Núcleo Às de Paus e Ibirá Cultural e conta com o apoio do MARL – Movimento dos Artistas de Rua de Londrina, Avesso Produções e Tiradentes em Cena. Em Varginha, o apoio é da Prefeitura de Varginha, por meio da Fundação Cultural e da Secretaria de Turismo e Comércio.

 

A Companhia

 

O espetáculo “Pereira da Tia Miséria” já trouxe diversos prêmios para o Núcleo Às de Paus. Entre eles, o mais tradicional do teatro paranaense, o Troféu Gralha Azul, em 2011, ano em que a peça foi vencedora nas categorias melhor espetáculo, melhor figurino para Alex Lima e melhor ator, para Guilherme Kirchheim. No mesmo ano, ganhou os prêmios de melhor espetáculo, melhor direção, melhor figurino e melhor ator no Festival de Teatro de Limeira.

 

Em 2013, o grupo viajou o Brasil através do Palco Giratório, do SESC, e em 2014, o grupo ganhou o Prêmio Funarte com o projeto Emaranhado – Jornada teatral em busca de riquezas esquecidas entre o Grajaú e o Parnaíba. Em 2015, com o projeto Na Casa dos Ancestrais, o grupo ganhou o Prêmio Myriam Muniz, realizando uma circulação teatral por 11 terras indígenas do Paraná e Santa Catarina.

 

apereira