Prefeitura de Varginha

  • Aumentar tamanho da fonte
  • Tamanho da fonte padrão
  • Diminuir tamanho da fonte

CIDADE CRIATIVA DO NOVO TEMPO INAUGURA POLÍTICA SOCIAL INCLUDENTE

E-mail Imprimir PDF

Brasao

 

CIDADE CRIATIVA DO NOVO TEMPO INAUGURA POLÍTICA SOCIAL INCLUDENTE, INOVADORA E TRANSFORMADORA EM VARGINHA

 

No dia 25 de Outubro próximo, após oito meses de debates, análises e estudos técnicos, serão oficialmente recebidas, abertas e definidas as propostas das empresas e instituições que se habilitaram para executar o Projeto de Desenvolvimento Social a ser implementado nos residenciais Novo Tempo, Cruzeiro do Sul e Carvalhos, os quais, juntos, contemplam 1.471 famílias, perfazendo uma população de 4.913 pessoas. Um diagnóstico preliminar identificou que 70% desta população encontra-se em situação de vulnerabilidade social e 40% dos jovens em situação de risco social, acentuadamente nos residenciais Carvalhos e Cruzeiro do Sul.

Para reduzir substancialmente as desigualdades sociais que penalizam os vulneráveis e os excluídos, é urgente e necessário implantar uma política social inovadora, transformadora, includente e libertadora, que elimine as raízes e as matrizes da exclusão, da violência e da marginalidade, ampliando os acessos e as oportunidades, através da implantação e implementação de instrumentos e mecanismos em que os vulneráveis e excluídos participem do seu próprio processo de inclusão social, econômica, produtiva e cidadã.

O CENTRO DE INCLUSÃO PRODUTIVA é o instrumento apropriado e o mecanismo dinâmico e adequado para implementar nos residenciais Novo Tempo, Cruzeiro do Sul e Carvalhos as diretrizes basilares da política social inovadora, transformadora, includente e sustentável do município de Varginha.

Para atingir os objetivos e os resultados esperados a Secretaria Municipal de Habitação e Desenvolvimento Social estabeleceu 04 (quatro) metas, a seguir detalhadas e que serão implementadas e operacionalizadas através do CENTRO DE INCLUSÃO PRODUTIVA sediado no Residencial Novo Tempo e nas UNIDADES DE INCLUSÃO PRODUTIVA dos residenciais Carvalhos e Cruzeiro do Sul, instaladas em containers construídos dentro das mais avançadas tecnologias:

META I : Realização de oficinas/cursos de capacitação e qualificação profissional nos setores da marcenaria de pallets; panificação e confeitaria; fabricação de sabão caseiro com aproveitamento de óleo de cozinha; artesanato em feltro; barbearia, manicure, pedicure e designer de sombrancelhas; moda artesanal, tendo como meta até 31/12/2020 capacitar e qualificar 500 (quinhentos) profissionais (de ambos sexos).

META II: Proporcionar 30 (trinta) oficinas sobre Economia Criativa, Economia Solidária, Educação Financeira e Empreendedorismo para os profissionais habilitados e qualificados que optarem pela participação efetiva na criação e implantação da Associação Cooperativa de Economia Solidária, que obrigará em seu arcabouço institucional os Núcleos Solidários de Produção e Serviços e de Empreendedorismo, até 31/12/2020.

META III: Estimular, fomentar e incrementar o Protagonismo Juvenil, alicerçado na educação para o empreendedorismo e para a cidadania, através da inclusão digital, proporcionando o acesso de 400 (quatrocentos) jovens de 14 à 21 anos às Oficinas e Cursos de Informática Básica; Designer Gráfico; Web Designer; Desenvolvimento de Aplicativos; 3D Games; 3D Stúdio Max; Produção de Curta Metragem e Fotografia, até 31/12/2020.

META IV: Promoção e articulação com empresas; startups; coletivos; fundos de investimentos; adesão ao Sistema Nacional de Economia Solidária e Criação do Banco de Economia Comunitária, vinculado à Associação Cooperativa de Economia Solidária Novo Tempo, mediante a aplicação de recursos do BNDES Social.

A proposta de implantação da CIDADE CRIATIVA DO NOVO TEMPO, incorpora o Projeto Técnico-Social financiado com Recursos da Caixa Econômica Federal e as metas da inclusão produtiva previstas no Plano Municipal Quadrienal de Economia Solidária de Varginha, perfazendo um investimento total de R$1.500.000,00 (Um milhão e quinhentos mil reais) nos três anos de execução da proposta.

Segundo o Secretário de Habitação e Desenvolvimento Social Prof. Francisco Graça de Moura, esta fusão da economia criativa, da economia solidária e do empreendedorismo representará, em 31/12/2020, uma das 05 (cinco) maiores fontes de rendas e 10,5% do PIB do município de Varginha, até porque a experiência, utilizando a metodologia gerada no Novo Tempo e a estrutura de containers, será reproduzida nos demais residenciais de Varginha, onde perduram, ainda, preocupantes índices de vulnerabilidade e riscos sociais.

 

CIDADE CRIATIVA