Prefeitura de Varginha

  • Aumentar tamanho da fonte
  • Tamanho da fonte padrão
  • Diminuir tamanho da fonte

SECRETARIA DE SAÚDE DE VARGINHA ESCLARECE BOATO QUE ESTÁ CIRCULANDO NAS REDES SOCIAIS

E-mail Imprimir PDF

Brasao

 

Esclarecimento: A Secretaria Municipal de Saúde, através do Setor de Epidemiologia, esclarece que não está ocorrendo Surto de Meningite em Varginha, como vem sendo veiculado nas Redes Sociais.

 Sobre a Doença: A Meningite é um processo inflamatório das meninges, membranas que envolvem o cérebro e a medula espinhal, causado por bactérias. Trata-se de uma doença infecciosa causada principalmente por bactérias, fungos, vírus e outros. Em geral, a transmissão se dá pelo contato da saliva ou gotículas de saliva da pessoa doente com os órgãos respiratórios de um indivíduo saudável.

 Manifestações clínicas: O quadro clínico, em geral, é grave e caracteriza-se por febre, cefaleia, náusea, vômito, rigidez de nuca, prostração e confusão mental, sinais de irritação meníngea e outros.

 Ocorrência no município: Nos dias 31/08 e 01/09, ocorreram dois casos suspeitos de Meningite, sendo um adulto e uma criança.

 Em ambos os casos o atendimento foi rápido, sendo que a criança foi atendida no Hospital Varginha e a outra paciente, adulto, atendida na UPA, locais onde receberam os atendimentos necessários.

 Até o momento apenas o caso no adulto foi confirmado meningite, sendo que o Agente Etiológico (causador da doença) não faz parte do grupo de doença meningocócica, responsáveis por epidemias e surtos. Com relação a criança, a Vigilância aguardando o diagnóstico conclusivo.

 O que foi realizado: Diante da ocorrência dos casos, a equipe de Vigilância Epidemiológica da Secretaria Municipal de Saúde adotou medidas profiláticas, de prevenção e controle da doença junto aos familiares e locais frequentados de forma contínua pelos pacientes.

 Reforçamos que tais medidas seguem as Normas e Protocolos do Ministério da Saúde – MS e Secretaria Estadual de Saúde – SES, que preconiza ações de prevenção, enfatizando as orientações para os familiares sobre a doença, o seu controle e formas de transmissão.

 Indicação da vacina: Em relação à administração de vacinas, somente é indicada em casos de epidemia e surtos da Meningite meningocócica, o que não ocorreu em Varginha.

 Recomendações Gerais:

Þ    Procurar os serviços de saúde UPA e Pronto Atendimento sempre que apresentarem sintomas como: dor de cabeça, vômitos, febre alta, rigidez de nuca (pescoço endurecido), manchas no corpo.

   Não tomar medicamento sem prescrição médica, principalmente antibiótico;

   Notificar os casos suspeitos para o Setor de Epidemiologia.

   Colocar o calendário de vacina em dia, principalmente da criança.

 

Nota: A Secretaria Municipal de Saúde, através da Vigilância Epidemiológica, rotineiramente está monitorando todos os casos das Doenças de Notificação compulsória, inclusive as meningites. Todos os serviços de Saúde, principalmente os PA e UPA, estão em alerta para o diagnóstico dos casos graves da doença, e notificação imediata, conforme preconiza o MS/SES.

 

Fonte: Guia de Vigilância em Saúde volume: 01 do Ministério da Saúde – 2017.