Prefeitura de Varginha

  • Aumentar tamanho da fonte
  • Tamanho da fonte padrão
  • Diminuir tamanho da fonte

Dia Mundial do Meio Ambiente e comemorado com festa no Zoológico de Varginha

E-mail Imprimir PDF

Brasao

 

O Zoológico de Varginha, realizou um domingo especial, no dia 4, em comemoração ao Dia Mundial do Meio Ambiente (5 de maio), com a presença de vários parceiros, como a OAB, Ótica Diniz, Cemig, Corpo de Bombeiro, curso de Medicina Veterinária do Unis e Colégio Adventista, dentre outros. O vice-prefeito Vérdi esteve por lá, acompanhado dos netos, e elogiou mais esta iniciativa da Secretaria de Turismo e o empenho e dedicação da equipe do Zoológico. “Sempre que venho aqui percebo o cuidado com os animais e com o local, um dos principais pontos turísticos da cidade”, destacou Vérdi.

 

À tarde, as crianças participaram de diversas atividades educativas sobre o meio ambiente. No rodelão do parque zoobotânico, o Pic-nic Literário espalhou tapetes e almofadas com muitos livros com o objetivo de incentivar a leitura. Uma escola de inglês ensinava os nomes dos bichos, através do jogo da memória. Houve pintura de carinhas e brincadeiras.

 

A bióloga do Zoológico, Jaara Cardoso, usou bichos de pelúcia para explicar detalhes sobre alguns animais. “As araras tem como característica reproduzir a fala dos homens e por isso, são alvo de caçadores e traficantes; daí a importância de denunciarmos até mesmo que as mantenham em cativeiros, já que é crime manter animais silvestres em casa”, explicou. A bióloga revelou que nessa época de frio, as araras são levadas para um local mais quente, pois sentem muito frio.

 

Sentadas em uma grande roda, as crianças prestavam atenção aos ensinamentos. “Já o ouriço tem hábitos noturnos, por isso, se a gente for agora no recinto, ele vai estar escondido no alto da casa, bem perto do telhado onde fica bem escuro; ele não solta os espinhos, mas se por exemplo, um cachorro for atacá-lo e der uma mordida vai ficar com a boca toda cheia de espinhos”, contou a bióloga. Ela reforçou o porque da existência e da necessidade do Zoológico. “Esse espaço é para a sobrevivência dos animais, que na maioria, são vítimas de maus-tratos, tráfico e cárcere; aqui eles recebem atenção especial como a alimentação balanceada”, frisou.

 

Logo após, uma integrante do Pic Nic Literário declamou uma poesia e pediu para as crianças escolherem e assinarem um ítem da Carta da Terra, uma série de propostas que visam despertar o interesse infantil quanto a atitudes básicas, porém muito importantes para a preservação ambiental.

 

Para o diretor do Zoológico, veterinário Marcos Mina, o balanço dessa programação especial atingiu o objetivo. “Foi muito bom. Conseguimos interagir com a população que buscou e obteve informações sobre o funcionamento do Zoológico”, disse. Ele ainda afirmou que mais de 2 mil pessoas visitaram o Parque no domingo e que mais de 500kg de alimento não perecível foram arrecadados, além de dezenas de caixa de leite longa vida que serão entregues a entidades filantrópicas.

 

Ao final, o diretor Marcos Minas distribui sementes de girassol aos visitantes para despertar o interesse do plantio acessível a todos e a defesa do meio ambiente. 

 

zoo e

zoo k

 

zoo c